Skip links
lâmpadas de LED

LED NÃO ESQUENTA? VEJA 9 MITOS E VERDADES SOBRE AS LÂMPADAS!

Em lojas de iluminação, só se fala em LED. Mas o que são essas lâmpadas? O LED apareceu no mercado como uma revolução na iluminação tradicional, dominada, até então, pelas luzes incandescentes, halógenas e fluorescentes – todas com metais pesados em seu interior, cujo descarte incorreto causa grave poluição ambiental.

O LED, ou diodo emissor de luz (Lighting Emitting Diode, no original em inglês), é uma fonte de energia mais limpa, pois não necessita de componentes químicos poluentes para funcionar. Esse tipo de lâmpada é uma espécie de equipamento eletrônico, com a propriedade de transformar energia elétrica em luz.

Lâmpadas de LED
O LED é mais durável e econômico, gastando menos energia do que uma lâmpada comum. Projeto da arquiteta Sabrina Salles (Foto: Julia Herman / Divulgação)

Além de ecologicamente correta, a lâmpada que funciona pelo sistema de LED acaba sendo mais durável e econômica, gastando bem menos eletricidade do que uma luminária comum – cujo metal em seu interior não só precisa de mais energia para gerar luz como também se desgasta com maior rapidez, reduzindo sua vida útil. “Uma lâmpada de LED consome, em média, cerca de 10% da energia usada por uma incandescente para gerar a mesma quantidade de luz”, destaca Pedro Sodré, da Sirius Iluminação.

Segundo Karen Piedade, superintendente da Onno Led, divisão de soluções de iluminação sustentável da empresa Varixx, as lâmpadas de LED podem reduzir em cerca de 30% o valor da conta de energia.

Veja abaixo os mitos e as verdades dessas lâmpadas tão famosas!

1. Não esquenta

MITO – Os componentes eletrônicos do LED geram uma pequena quantidade de calor quando em funcionamento, mas sua estrutura de alumínio ou termoplástico ajuda a dissipar essa temperatura antes que ela seja transferida para o ambiente, o que não ocorria nas antigas lâmpadas incandescentes. Feitas de vidro, elas deixavam o ambiente quente. A dissipação mais eficiente do calor também ajuda a aumentar a vida útil do LED, que pode atingir de 20 a 50 mil horas de uso.

2. É tóxico

MITO – Como não possui metais pesados e substâncias tóxicas em sua composição, a lâmpada de LED não causa danos à saúde. Ela também não é poluente e pode ser reciclada, sendo ecologicamente mais correta do que as lâmpadas tradicionais.

3. Causa cegueira

MITO – O LED emite um menor comprimento de onda eletromagnética, portanto, acaba sendo menos nocivo à saúde humana do que outros tipos de iluminação. Para causar algum dano, seriam necessárias 12 h seguidas de exposição a uma distância de 10 cm do olho. Por isso ele é, inclusive, indicado para uso em penteadeiras e abajures, locais em que a luz fica bem próxima ao rosto.

Lâmpadas de Led
O led é uma fonte de energia mais limpa, pois não necessita de componentes químicos. Projeto da arquiteta Sabrina Salles (Foto: Júlia Herman / Divulgação)

4. Diminui a atração de mosquitos

VERDADE – Uma pesquisa feita pelo ecologista Michael Justice, PHD pela Universidade da Carolina do Norte (EUA), apontou que as lâmpadas de LED nas cores quentes são as que possuem menor índice de atratividade de insetos. “De acordo com dados da Associação Americana do Avanço da Ciência, as lâmpadas incandescentes tradicionais, seguidas das fluorescentes compactas e halógenas, por emitirem raios ultravioleta, são as que mais atraem mosquitos“, conta a arquiteta Sabrina Salles.

5. Pode ser dimerizado

VERDADE – Existem todos os modelos de lâmpadas de LED dimerizáveis – que permitem o controle da intensidade da luz. As fitas de LED requerem também de uma fonte com essa característica. Em ambas as opções, interruptor com a função de dimmer precisa ser instalado para o sistema funcionar.

6. Não queima de uma vez

VERDADE – Diferente das lâmpadas tradicionais, que “queimam” e se apagam de uma vez só, o LED dá “sinais” de que está no fim da sua vida útil. Gradativamente, ele começa a diminuir a intensidade da luz, até desligar completamente, dando tempo para organizar a troca da lâmpada.

7. Não ilumina grandes áreas

MITO – Atualmente, a iluminação de LED é extremamente eficiente, tanto em economia quanto luminosidade, podendo ser dimensionada para iluminar qualquer tipo espaço (residências, galpões, estádios, entre outros), com lâmpadas, refletores ou luminárias projetadas especificamente para o ambiente desejado. Há uma grande variedade de potências, ângulos de abertura e temperaturas de cor que atendem a todos os públicos.

8. Não possui todos os modelos de lâmpadas

MITO – Além de existirem todos os modelos de lâmpadas de LED, a cada dia surgem mais  novidades em formatos e tamanhos, já que o LED é bastante flexível e permite diferentes modelos de iluminação, como placas, fitas e painéis, entre outros.

9. Não pode ser descartado no lixo comum

MITO – Feito de materiais recicláveis e sem metais pesados em sua composição como as antigas lâmpadas incandescentes, o LED pode ser descartado em lixo comum ou reciclável – de preferência neste último, para tornar o uso desse tipo de iluminação mais sustentável ainda.

Gostou dessa matéria sobre as Lâmpadas de LED? Veja essas também:

FONTE: Revista Casa Jardim
Danielle Almeida
05/04/2022

Leave a comment