Skip links

OS 10 JARDINS MAIS LINDOS DO MUNDO PARA VISITAR

Um belo jardim é o espaço ideal para relaxar e entrar em contato com a natureza. Felizmente, existem diversos lugares assim ao redor do mundo, até mesmo nos centros urbanos, alguns projetados milhares de anos atrás. 

1- Nova York (EUA) – Little Island 

Feito como um parque flutuante, a Little Island de Nova York foi um projeto de oito anos de duração, concebido pelo designer londrino Thomas Heatherwick. Inspirado em paisagens, o projeto possui uma topografia variada para torná-la mais parecida com um parque real. 

Little Island

2- Berkshire (Reino Unido) – Cliveden House 

A cerca de duas horas de Londres, a Cliveden House era o lar de algumas das pessoas mais ricas do mundo, da realeza a William Waldorf Astor, que comprou a propriedade por mais de US$ 1,25 milhão em 1893. Quase 100 anos depois, o imóvel mantém seus 376 acres de jardins e bosques, que são administrados pelo National Trust. 

Cliveden House

3- Nassau (Bahamas) – Hotel Four Seasons

Embora os resorts Four Seasons ostentem o luxo exclusivo do grupo hoteleiro, todos foram distintamente projetados de acordo com sua localização. Normalmente, os destaques de um grande hotel são seus lobbies ou as suítes da cobertura. Mas neste local histórico, a peça central é o jardim. Apelidado de Claustros devido à presença imponente dos arcos ao ar livre do século 12, este jardim em particular está repleto de antiguidades, incluindo obras de Lorenzo Bertolini.

Hotel Four Seasons

4- Paris (França) – L’Oasis d’Aboukir

Conhecido como o inventor dos jardins hidropônicos verticais, Patrick Blanc é um botânico francês cujo trabalho está em exibição em todo o mundo. Seu trabalho mais notável fica em seu país de origem, Paris. O jardim L’Oasis d’Aboukir é o protagonista de uma das esquinas mais fotografadas de toda a cidade. Composto por plantas de vários tons, a parede verde se tornou ponto turístico.

L’Oasis d’Aboukir

5- Rio de Janeiro (Brasil) – Jardim Botânico 

No Jardim Botânico, um monumento em homenagem ao Frei Leandro do Sacramento coberto de hera é o destaque do parque. Fundado em 1808, visando abrigar especiarias, como noz-moscada, pimenta e canela, todas importadas das Índias, o jardim era considerado bonito demais para ser escondido do público, por isso, em 1822, foi aberto para visitação. 

Jardim Botânico

6- Londres (Reino Unido) – Rubens at the Palace 

O Rubens at the Palace possui um jardim vertical de frente para a rua de 106,6 metros quadrados com mais de 10.000 plantas, criando uma parede viva no meio de Londres. A escultura verde mantém o hotel de luxo bastante fresco no verão e quente no inverno, e melhora a qualidade do ar no bairro.

Rubens at the Palace

7- Cingapura (Ásia) – Shiseido Forest Valley

Aeroportos geralmente não são lugares onde as pessoas querem permanecer, mas, este é uma exceção por conta do seu design. A Shiseido Forest Valley, no Aeroporto Jewel Changi, é uma atração à parte. A instalação multissensorial envolve luzes piscantes, que iluminam as árvores, música calma e o delicioso aroma da fragrância Shiseido Ultimune. 

Shiseido Forest Valley

8- Versalhes (França) – Jardins de Versailles 

O jardim mais famoso e exuberante do mundo não poderia faltar nesta lista, mais especificamente o Petit Trianon, presente de Luís XVI para Maria Antonieta. Construído entre 1762 e 1768 pelo arquiteto Ange-Jacques Gabriel, o Petit Trianon fica nos jardins do próprio palácio, chamado Grand Trianon.

Jardins de Versailles 

9- Vale do Loire (França) – Château de Villandry

O Château de Villandry foi construído no início dos anos 1500, um dos últimos castelos do Vale do Loire do período renascentista. Em 1906, os jardins destruídos no século 19 foram recriados conforme o estilo do castelo, como uma extensão dos salões interiores. São seis áreas que ocupam nove hectares.

Château de Villandry

10- Dubai (Emirados Árabes Unidos) – Miracle Garden 

É o maior jardim natural do planeta, com mais de 150 milhões de plantas, transformadas em gigantes esculturas surpreendentes. Inaugurado em 2013, o local possui mais de 72 mil m² e é aberto somente no outono-inverno, entre novembro e fevereiro, pois o calor do deserto dos Emirados Árabes Unidos não permite a sobrevivência das espécies por muito tempo. A cada ano, algumas figuras são alteradas para dar vida a novos cenários. 

Miracle Garden

Fonte: Revista Casa e Jardim

Victoria Mercês
18/03/22

 

Leave a comment